Cleunice Paez

A beira de enlouquecer! Ansiedade Generalizada (TAG)

A beira de enlouquecer! Ansiedade Generalizada (TAG)

Por Cleunice Paez

A ansiedade generalizada surge de um quadro muito extremo de incômodo físico e incontrolável de que algo muito ruim está prestes a acontecer e que acontecerá alguma catástrofe inevitável. Facilmente a pessoa perde o controle da situação, se preocupando excessivamente com seu futuro. Acredita ser incapaz de resolver a situação e passa a ver a vida constantemente de forma negativa.

Ser ansioso é um estado físico e mental de preocupação, porém existe a compreensão que seus medos podem ser resolvidos ou tolerados. Já na ansiedade generalizada sua vida se torna um estado de hipervigilância constante, acometendo todas as áreas da vida, gerando muito desgaste físico e mental, por compreender que a situação “ é terrível ” mais do que o normal, e baixa tolerância à frustração, tudo se torna insuportável. A impressão é que seus problemas sempre são maiores e piores que de outras pessoas, é uma constância vida focada no futuro e muita dificuldade em estar no presente, de estar consciente no dia de hoje.

O tratamento deve consistir em três formas de tratamento para sustentar a amenização dos sintomas. Trabalhar o mental é o ponto mais importante para a compreensão de que muitos pensamentos são irreais e que pode existir solução. Diante de pensamentos negativos, o organismo se altera, provocando sintomas físicos como aceleração do coração, falta de ar, insônia, entre vários sintomas físicos típicos da ansiedade e seria o segundo ponto a ser trabalhado em terapia, técnicas de relaxamento ou formas de diminuir o mal-estar físico muitas vezes associado a tratamento psiquiátrico com ansiolíticos ou antidepressivos.

O terceiro ponto são os aspectos comportamentais, a forma que a pessoa reage diante desse estado de preocupação, às vezes a forma mais clara de observar, são as alterações no comportamento, incluindo evitação e isolamento.

As pessoas têm gatilhos mentais que desencadeiam esse estado extremo, identificar e organizar essas estruturas mentais, seria a melhor forma de encontrar as soluções. Esse grau de ansiedade está sempre associado ao quadro depressivo, falta de concentração ou outras comorbidades (doenças associadas) e muita dificuldade de sentir felicidade com a vida.

Normalmente essas preocupações não são produtivas, isto é, são medos excessivos. A terapia tenta trabalhar esses medos de forma que se tornem preocupações produtivas, fazer algo a respeito, entender o contexto e verificar se algo pode ser mudado, tornar produtivo, resolvendo-o, buscando meios de trabalhar e modificar pensamentos bloqueadores que se fecham para soluções, já que os medos muitas vezes causam uma espécie de cegueira diante de possibilidades.

Treinar a mente para identificar os gatilhos mentais e aprender a trabalhar esses pensamentos é de grande ajuda, quando a pessoa estiver sem terapia ou em uma crise mais acentuada. Modificar os pensamentos negativos não é tornar a pessoa positiva diante dos fatos, mas trazer uma realidade em que a pessoa conseguirá se acalmar e sair do estado emocional eufórico ou depressivo, produzindo pensamentos mais concretos e verdadeiros, chamamos isso de reestruturação cognitiva.

Muitas vezes, as pessoas se encontram tão preocupadas com inúmeras coisas que não conseguem enumerá-las ou identificá-las ou se perdem diante da bagunça mental e é esse processo que bloqueia a solução.

Buscar ajuda terapêutica é o primeiro passo para sair desse mal-estar que a ansiedade causa, organize seus pensamentos, sua saúde mental e física pode voltar a se estruturar. Acalme-se, busque por um psicólogo, ele poderá te ajudar.

Cleunice Paez - Psicóloga CRP 06/103445

Especialista em Terapia Cognitiva Comportamental, modificação de pensamentos, comportamentos e ciclos de repetição.

Especialista em Psicologia Jurídica, atuante como Psicólogo Assistente Técnico e laudos psicológicos.

Contato (011) 970172525

Email: paez.psicologa@gmail.com

Cleunice Paez
  • Cleunice Paez Psicóloga
  • Psicóloga Especialista em Terapia Cognitiva Comportametal e Psicologia Jurídica

Comentários (3)

noname
Cada sujeito tem um potencial próprio e único. Utilizá-lo para saúde e bem estar cabe a cada um. A terapia cognitivo comportamental encaminha tal procedimento. Assim, valorizo a abordagem proposta! Jucianoricardo@yahoo.com.br (6 per Psic)
noname
Amiga estou com este problema desconfiu de tudo e de todos o que devo fazer
    Cleunice Paez

    Precisa buscar ajuda de um profissional, aprender a trabalhar a mente para sair do persecutório.